LÍDER DO PSDB PEDE FIM DO 14º E 15º SALÁRIOS PARA DEPUTADOS E SENADORES E DO VOTO SECRETO

Publicado: 27 de fevereiro de 2013 em Uncategorized
Tags:, , , , , , ,

LÍDER DO PSDB PEDE FIM DO 14º E 15º SALÁRIOS E DO VOTO SECRETO

Deputado Carlos Sampaio, Líder do PSDB na Câmara

Deputado Carlos Sampaio, Líder do PSDB na Câmara

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (PSDB-SP), afirmou que o partido defenderá o fim do 14º e 15º salários para deputados e senadores, que deverá ser votado pela Câmara nesta quarta-feira, 27, e o fim do voto secreto.

De acordo com o deputado, esses temas são primordiais para um reencontro do Parlamento com a sociedade brasileira. Conforme destacou, a imagem do Congresso Nacional junto à população é muito ruim.

“Só vamos mudar a imagem do Parlamento se mudarmos a postura dele. O PSDB defende o fim imediato do 14º e do 15º salários desta Casa. Isso é uma vergonha nacional, indefensável, inexplicável. A sociedade brasileira se sente aviltada, com toda a razão, porque não é correto”, declarou Sampaio, da tribuna. “O povo brasileiro trabalha muito mais do que nós em muitas oportunidades e recebe o 13º salário. E aqui na Câmara se recebe o 14º e o 15º. Não é possível mantermos esse privilégio inadmissível na realidade brasileira e para o PSDB é prioridade colocar um fim nisso”, ressaltou.

Para o líder tucano, as votações secretas deixam a sociedade indignada. O parlamentar lembrou que a Câmara aprovou, em primeiro turno, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para extinguir o voto sigiloso. “O voto secreto é outra excrecência inaceitável. Somos escolhidos para representar a população e, sob o manto do voto secreto, ela sequer sabe a nossa posição diante de fatos importantes para a nação”, ponderou. “Temos que parar de ser um poder surdo e temos a obrigação de nos reencontrar com a sociedade que nos colocou aqui para representá-la”, completou.

Sampaio disse também que exercerá com muito rigor e vigor o papel de liderar o maior partido de oposição. “É o papel que cabe a qualquer oposição que age com ética e serenidade. Nos assuntos de interesses do Brasil estaremos juntos. Quando discordarmos de uma postura seja desta Casa, seja do Congresso como um todo, do Judiciário ou do Executivo teremos autonomia para fazer a crítica sempre no sentido construtivo”, ressaltou.

Assista aos vídeos com o discurso do deputado

comentários
  1. lietzsche disse:

    continuam ganhando 14º e 15º no primeiro ano e no 4º ano do mandato e deixaram de ganhar no 2º e no 3º ano, isso é igual receber 13º e 14º em todos os anos. é só contar os salarios. absurdo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s